Andante,Andante...
"Nenhum  momento  de felicidade  terá  sentido  se  não  for  compartilhado"
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios FotosFotos PerfilPerfil Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


DESTAS SOLIDÕES

Diário de minhas andanças
(outubro/2015)
Há um gorjeio entranhado na ramagem.
[Sabiá]
Uma casa antiga , janelas cerradas, quintal desolado entre o abandono de urzes.
Há um gorjeio entranhado na tarde que esmorece no leito morno de outubro.
Algo de melancólico neste trinado que me invade os ouvidos, que deixa-me travado nas mais impublicáveis divagações.
[É um sabiá na cantilena do acasalamento]
A casa antiga, feito eu, encolhe-se na pasmaceira deste fim de dia que implora por clemência ao que ainda resta-lhe de sol por trás dos montes.
Ninguém pelas ruazinhas de pedras, ninguém pra se dizer: Olá!...Como vai?...
Um cenário de verdes contrastes pontilhado de quando em quando por algum ipê acanhado de distância,e...
No silêncio da tarde, os ecos de meus passos acasalam-se aos gorjeios entranhados de quintais.
Então, rompo as gaiolas do peito , liberto os pássaros calados de minhas inquietações e uma revoada serena risca o céu de goiabada que descortina-se à minha frente.
Entrego-me à lassidão do dia que agoniza.
Do alto adivinho as vidas acabrunhadas no vilarejo à distância.
Sob meus pés, as paralelas da linha férrea desenham em suave uma curva a esconder-se entre as aroeiras.
Um ser anônimo singra as paralelas como quem busca a plataforma da estação mais  proxima.
Passos cansados, trôpegos...
Na trouxa...
[Sugerem-me os botões]
O fardo das ilusões, dos sonhos acalentados, das (Des)esperanças...
Ponho-me na grosseira posição de invasor de sua alma e por instantes me vem vem à cabeça os versos de Alceu Valença:
"A solidão é fera///A solidão devora..."
Joel Gomes Teixeira
Iratiense THUTO TEIXEIRA
Enviado por Iratiense THUTO TEIXEIRA em 11/06/2017
Alterado em 11/06/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários