Andante,Andante...
"Nenhum  momento  de felicidade  terá  sentido  se  não  for  compartilhado"
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios FotosFotos PerfilPerfil Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


ARROJADINHO !

Repaginando
Diários de minhas andanças
24/julho/2010


Minha gente,Tô vazando!
Aliás,"vazo" tôdas as tardes para minhas andanças, porém hoje, sábado,  estou antecipando êste meu "vazar" por uma razão muito justa.
Estou sendo torturado.
Socorro!!! A Polaca resolveu fritar umas rosquinhas doces polvilhadas em canela e açúcar.
Sabem o que isso representa à quem passou a semana inteira ingerindo "matinhos" enfeitados com legumes e pingando aquelas gotinhas massacrantes na xícara de café ?
Não !... Assim não dá!  O jeito é escafeder-se.
Não sem antes sucumbir à uma destas diabrurinhas açucaradas bem à minha frente.
Huumm!...Que delícia!
Do portão pra fora,a estrada encarregar-se-á de exorcisar esta tentação que me persegue.
Então , a passos largos, ofereço esta minha cara "ligeiramente safada" aos tapinhas de um vento fresco, quase frio e com requintes de uma nostálgica poesia.
Tenho me sentido muito bem  ultimamente.
Alegre,   descontraído e meio "arrojadinho",como costuma-se dizer por estas bandas.
(Se fosse alguém lá dos pagos da Giustina,acrescentaria um "tchê",então eu estaria um "arrojadinho,tchê!" )
Alguém,aqui da terrinha,com descendência eslava,suprimiria um (r), assim, eu estaria: "Arojadinho,daí! "
Seja lá como for,o que me deixa meio cabreiro é o fato de conhecer um ditado que diz:"coroa muito animado;tá ficando biruta ou vai morrer logo".Confesso odiar o pensamento em qualquer  das hipóteses.
Mas, pelo sim  pelo não,  acabo por ficar com a pulga atrás da orelha.
Motivos para tanto "arrojo" não me faltam.Tenho sido muito paparicado ultimamente:
"Lisyt" presenteia-me com tres belíssimas aquarelas,mais um lindo cartão,pintado à óleo e como se não fosse o bastante,ostentando uma frase de José Saramago:
"Mesmo que a rota da minha vida me conduza a uma estrela,nem por isso fui dispensado de percorrer os caminhos do mundo".
De "Maria Dilma", aquela da Terra do Sol, recebo seu livro de crônicas: "Vou te contar",com amável dedicatória.
Começei a lê-lo.É simplesmente fantástico!
"Malgaxe",meu quase irmão e conselheiro, presenteou-me com uma coletânea de seus inigualáveis poemas em CD que ouço emocionado.
Da "Tânia Alvariz",  guardo com muito carinho os delicados enfeites que fizeram o meu natal ainda mais colorido.
Abro meu e-mail e deparo-me com algumas ternas mensagens alusivas a um certo dia 23/07, dentre as quais destaco os carinhos de Jane Lopes e Helena Grecco, deusas da poesia.
Então, lhes pergunto: Preciso de mais?
Vou me deixando engolir pela distância do caminho que percorro. Atingido o limite a que me propuz estou agora em Engenheiro Gutierrez, a doce  "Guti".

Um bairro distante uns 4 km de onde moro. Aqui é o topo da ladeira que hoje denomina-se Rua Guatemala.

Sempre que chego até aqui ,e sento-me num  banco de  ponto de ônibus , costumo dar asas à  imaginação.
O bucolismo esbanja-se por êstes lados.Os eucaliptos enfileirados,cantam nêste momento a canção da tarde e um céu acinzentado, priva-me hoje da visão da serra da Esperança.
(Em dias ensolarados ela perfila-se azulada de distância sob um manto celeste que reafirmo sempre :tem cor de mel e caqui) e,  como se não bastasse, desenha as canelas finas do arvoredo tremulando no espelho do açude dos "Bassani".

Quando a ladeira termina, a linha férrea divide a localidade e do outro lado, eis a histórica  Riozinho.

Deparo-me  com as primeiras luzes distribuidas entre os 3 ou 4  pavimentos do prédio da Unicentro.Imponente,insurge-se por entre as araucárias e eu sinto-me tentado a fazer o "vestiba".

(Apesar de ancião,tenho pensado seriamente em fazer "Letras".Dará pé?...Quem viver verá.rsrs....)
Ah!...Esta rua Guatemala ! Dormente nos silêncios de casas antigas guardando segredos em cada janela.

E esta tarde de sábado,êste cheiro de bolo de fim de semana...
Por onde andará a menina linda emoldurada entre o voal da cortina,  olhar pensativo, cabelos ao vento ?...
Que rumos tomaram aquêles acordes de "Melody Fair" dos Bee Gees nos anos 70,  que ela ouvia, tão cheia de sonhos, na tarde vadia?
E os passos incertos, e aquelas caras de bôbos ?...
(Meus amigos e eu, vadios sonhadores, amantes platônicos daquela princesa de cabelos de sêda, tão bela, tão terna, quanto a doce canção?)
Ah!...Aquêles loucos arroubos, corações juvenis, sonhando os abraços que jamais receberam...Os beijos febris que não ocorreram...
E as linhas do tempo traçando-se em paralelas, fugidias, confusas, vão-se abrigando assustadas sob o frio viaduto.
E não mais a menina, com cabelos de tranças pra atirar uma flor sobre etéreos comboios que aceleram nas curvas pra fugir das lembranças . 
Agora esta tarde, com cheiro de rosquinhas, com  cheiro de bolo de fim de semana...
E êste passos que arrastam as dobras do tempo, me levando aos tropeços para um mesmo endereço:

Coração, ilusão, amor, sonhos,algumas esperanças...
"Arrojados sentimentos".
Joel Gomes Teixeira

Comentários:




55660-mini.jpg
03/08/2010 09:34 - Dante Marcucci
Tem gente que "sabe contar" e faz de um simples bolinho com canela uma historia arrebatadora, cheia de lembranças comuns a todos nós...Parabens...Não por nada que é um gaucho honorário a escrever...Um abraço


6493-mini.jpg
02/08/2010 23:54 - tania orsi vargas
E as linhas do tempo traçando-se em paralelas,fugidias,confusas,se abrigam assustadas sob o frio viaduto.E não mais a menina,com cabelos de tranças pra atirar uma flor sobre etéreos comboios que aceleram nas curvas pra fugir das lembranças. ----------- Este trecho da tua crônica está simplesmente primoroso, ah, e agora acho que perdi alguma festa, neste dia 23 de julho... mas a minha amizade e carinho espero que possam suprir a ausência de cumprimentos e presentes... você hein, é o rapaz mais paparicado deste Recanto, gostei de ver, vocÊ merece! Te mando beijos!


60827-mini.jpg
27/07/2010 23:46 - RobertoRego
Joel, sua crônica "arrojadinha" caiu bem pra caramba! Belíssima narrativa, caro poeta, levando-nos a caminhar junto com você. Meu aplauso, abraço forte e boa noite, amigo velho.


33314-mini.jpg
27/07/2010 14:56 - Lisyt
Joel, parabéns por esta beleza de crônica! São envolventes as imagens guardadas em sua alma de poeta. Vá em frente. Você tem tudo para ser arrojado e feliz . A vida é um presente; ainda mais para quem, como você, sabe cativar e fazer amigos.Sinto-me feliz por você ter apreciado as aquarelas. Receba meu fraterno abraço.


70901-mini.jpg
26/07/2010 23:06 - Isabel Werlang
Meu caro Joel, cada dia fico mais encantada com a sua maneira de apresentar ao leitor acontecimentos do dia a dia. Acredite, a faculdade o espera! Com certeza, o curso de letras ficará mais rico com sua presença! Um grande abraço conterrâneo, e parabéns por tudo!


64463-mini.jpg
26/07/2010 20:02 - Lianatins
Iratiense,belissima a tua crônica! Estou passando hoje para te desejar, PARABÉNS pelo nosso dia labuteiros das palavras, artesãos da vida, profetas de letrinhas que se unem e se inundam de sentimentalidades...Dia 25 foi o dia do escritor, e não foi possivel passar aqui para te parabenizar...Muitas inspirações desejo e muitos abraços poéticos!


59032-mini.jpg
26/07/2010 18:52 - Anita D Cambuim
Joel, viver é uma arte e você está se saindo cada vez melhor: Bravo! Boa semana e ótimas caminhadas.


25/07/2010 12:12 - Evandro Ramos [não autenticado]
Bravo amigo, amor não usa máscaras é receita de saúde, vive o que lhe pertence, não tirou de ninguém, nada deve que precisa pagar, fazer penitencia é ser feliz, deguste a vida, nós degustamos a tua cronica.Abraços


25/07/2010 09:56 - Jane Lopes [não autenticado]
Poeta Iratiense, nunca é tarde... para amar...fazer dietas...ser feliz... e... voltar à sala de aula! Parabéns! Coloque esta ideia em ação.Obrigada pelo carinho que dedicas a todos os seus amigos a admiradores aqui do RL. Um abraço aconchegado pra ti e pra toda essa mulherada que te paparica e te curte muito.Jane.


72045-mini.jpg
25/07/2010 05:24 -
Aí cantor, está inspirado! Muito bem!Show de bola esse texto. Abraços
25/07/2010 01:25 - iratiense Joel Gomes Te [não autenticado]
Minha cara Giustina."Menos!...Bem menos" rsrs..

.
9881-mini.jpg
25/07/2010 01:22 - Maria Dilma Ponte de Brito
Bravo! Lindo texto. As rosquinhas polvilhadas com açucar e canela estão me dando água na boca. Gostaria de escutar os eucaliptos cantando a canção da tarde.Nessa nova idade lhe dê um presente. Faça "Letras". A sua juventude está no desejo de estudar, na inspiração de suas poesias. A citação de meu nome e de meu livro no seu texto me fez feliz. Abraços.


60010-mini.jpg
25/07/2010 01:16 - Giustina
Ancião? Com essa cara de Richard Gere? Tu tá querendo elogio, meu amigo! E quem tem o coração repleto de ternura e a mente cheia de lembranças doces, e consegue colocar isso tudo no papel, será jovem para sempre. Jovem para cursar Letras, para dançar ao som dos Bee Gees, para se "achar"... por que não? Adorei tua crônica, tchê! Ah, continua a degustar os "verdinhos", pois são mais saudáveis! Mesmo que arrisques uma rosquinha com canela de vez em quando... Afinal ninguém é de ferro e um pecadinho, quem não os tem? Beijos na tua linda e jovem alma.


60123-mini.jpg
25/07/2010 00:07 - Helena da Rosa
Joel, meu querido amigo, poeta mais terno do recanto! Que lindo este teu passeio...Foste abençoado com uma vida linda, que te proporciona tantas boas lembranças...Não sabia se era pra fazer referência ao teu aniversário, mas mesmo em atraso desejo-te todas as bençãos do mundo. Obrigada pela referência ao meu nome nesta linda crônica, para mim é motivo de muita alegria. E vá, vá sim fazer Letras, somos donos de nosso tempo e sempre é tempo de aprender. Parabéns, mais uma vez e fique com Deus. linda noite, bjs helena


66404-mini.jpg
24/07/2010 22:46 -
De onde você veio, Mininu? Delicioso passeio, viu? Diria mesmo surreal! Bota arrojado nesse vernáculo! Ovações mil para a tua escrita!


58910-mini.jpg
24/07/2010 22:41 - Lourdes Borges
Meu Deus, quanta inspiração poética! Muito bonito! Abraços da Lourdes Borges.


52828-mini.jpg
24/07/2010 22:34 - Layara
Eita! vir aqui é voar em pensamento! abraços

 
Iratiense THUTO TEIXEIRA
Enviado por Iratiense THUTO TEIXEIRA em 20/06/2017
Alterado em 20/06/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários