Andante,Andante...
"Nenhum  momento  de felicidade  terá  sentido  se  não  for  compartilhado"
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios FotosFotos PerfilPerfil Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

         OS DOIS CAVALOS

Da série: "Causos  de  bodega"

Um vendedor, fazia o itinerário quando seu carro enguiçou numa estradinha de mato. Um lugar ermo,sem nenhum morador por perto.
Irritado e sentindo uma sensação de medo,tentava consertar o veículo ao mesmo tempo em que observava ao seu redor e tudo o que avistava era somente...Mato.
Mexe daqui,mexe dali e...nada.
De repente ouve uma voz forte , meio tremida, a lhe dizer:
_Problema no carburador.
Olha para os lados,não vê ninguém,apenas um cavalo preto atrás da cerca,abanando o rabo.
Meio assustado,achando que é alma d´outro mundo,apressa-se e resolve dar uma limpezinha no carburador.
Termina o serviço,bate na partida e eis que o carro funciona!
Animado,sai para fechar o capô,quando percebe o cavalo todo sorridente ,terminando de pronunciar:
_Taí !... Eu não falei que era o carburador ?
Desesperado, achando que está ficando maluco, acelera e só vai parar na primeira bogega no primeiro lugarejo.
Entra assustado, pede um copo d´agua e começa a relatar apavorado o que lhe acontecera.
Recostado no balcão, um velhinho lhe ouve com atenção enquanto enrola um palheirinho.
Em seguida, num sorrisinho de desdém entre um gole e outro de cachaça
Indaga ao assustado:
_Seu môço, me diz uma coisa: O cavalo que falou contigo era preto ou branco ?
_Preto ,meu senhor !...Preto !...
O velhinho desata numa risada satisfeita:
_Sorte sua moço,ter sido o cavalo preto. Porque o cavalo branco,não entende bosta nenhuma de mecânica.
Iratiense THUTO TEIXEIRA
Enviado por Iratiense THUTO TEIXEIRA em 20/03/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários